terça, 15 agosto 2017 22:22

Vitória final para Raúl Alarcón, segundo no contrarrelógio Destaque

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) venceu hoje pela primeira vez a Volta a Portugal em bicicleta, ao terminar em segundo a décima e última etapa, um contrarrelógio em Viseu, ganho pelo seu compatriota e colega Gustavo Veloso.

O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) venceu hoje pela primeira vez a Volta a Portugal em bicicleta, ao terminar em segundo a décima e última etapa, um contrarrelógio em Viseu, ganho pelo seu compatriota e colega Gustavo Veloso.

O corredor de Alicante, de 31 anos, vai partilhar o pódio da 79.ª edição com o português Amaro Antunes, seu colega de equipa, e com o espanhol Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Na tirada final, um 'crono' de 20,3 quilómetros disputado em Viseu, Gustavo Veloso venceu com o tempo de 26.00 minutos, menos 15 segundos do que Alarcón, enquanto o também espanhol Alejandro Marque (Sporting-Tavira) foi terceiro, a 18 segundos.

epois de o francês Damien Gaudin ter vencido o prólogo em Lisboa, Raúl Alarcón assumiu a liderança no segundo dia, ao vencer a primeira etapa, em Setúbal, e não mais largou a camisola amarela, completando os 1.626,9 quilómetros do percurso 41:46.14 horas, com 1.23 minutos de vantagem sobre Antunes e 5.25 em relação a De Mateos.

Com triunfos em duas etapas - a primeira, em Setúbal, e a quarta, no alto da Senhora da Graça - Alarcón deu a quinta vitória seguida na Volta a Portugal à equipa de Sobrado, Valongo, sucedendo ao português Rui Vinhas, e aos espanhóis Gustavo Veloso, vencedor de duas edições, e Alejandro Marque.

Em 90 anos de Volta a Portugal, Alarcón tornou-se o 17.º estrangeiro a ganhar a prova e o sexto espanhol, depois de Veloso (2015 e 2014), Marque (2013), David Blanco (2012, 2010, 2009, 2008 e 2006) - recordista de triunfos na prova -, Xavier Tondo (2007) e Jesus Manzaneque (1973).

O corredor 'azul e branco', vencedor este ano da Volta às Astúrias, protagonizou também a 22.ª vitória externa, desde que o belga Tony Houbrechts se tornou o primeiro estrangeiro a ganhar, em 1967.

Alarcón contribuiu ainda para a vitória da W52-FC Porto na classificação por equipas, numa prova em que os 'dragões' venceram seis das 11 etapas.

Amaro Antunes leva para casa a camisola azul, do prémio da montanha, e De Mateos a verde, de vencedor da classificação por pontos, enquanto o letão Krists Neilands (Israel Cycling Academy) segurou a camisola branca até final, confirmando-se como melhor jovem, com o seu décimo lugar final

Ler 159 vezes Modificado em terça, 15 agosto 2017 22:25

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

cpr certification online
cpr certification onlinecpr certification online

Login