sexta, 22 dezembro 2017 22:11

50 km de marcha incluídos nos Europeus e Inês já aponta ao título Destaque

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

"Estes serão os meus últimos europeus e quero ser campeã", assumiu ao DN a atleta portuguesa, campeã mundial

A Associação Europeia de Atletismo (EAA) anunciou ontem que, "na sequência da bem-sucedida introdução num grande campeonato como os Mundiais de Londres, no verão passado, a prova feminina de 50 quilómetros de marcha vai ser integrada no programa competitivo do campeonato da Europa de atletismo de Berlim de 2018", que se realizam entre 7 e 12 de agosto.

De acordo com o organismo, em nota publicada no site oficial, a prova vai ser disputada no primeiro dia de competições, 7 de agosto, e terá uma partida conjunta com homens e mulheres. Como mínimos para esta distância, foram estabelecidas 04:50.00 horas nos 50 quilómetros ou 01:39.00 nos 20 km.

Boas notícias para a portuguesa Inês Henriques, que se tornou em agosto, em Londres, na primeira campeã do mundo da distância, estabelecendo o recorde mundial em 04:05.56 horas. "Tinha sido informada pelo presidente da EAA de que não ia haver e achei que seria um retrocesso. Falei com o meu treinador, Jorge Miguel, e ele disse-me para ter calma. Um advogado norte-americano perguntou-me se queria fazer algo, mas da EAA disseram--nos para termos calma porque a prova afinal ia ser integrada e que tal seria anunciado em dezembro. Esta pressão fez que a prova vá mesmo acontecer", afirmou a marchadora de 37 anos ao DN, confessando que "estes serão, provavelmente", os seus últimos Campeonatos da Europa. "Quero lá estar e ser campeã da Europa", vincou, sempre num tom bastante simpático.

Com esta confirmação, os Europeus passam a estar na lista de prioridades da atleta natural de Rio Maior, a par do Campeonato do Mundo por equipas, que está marcado para 5 de maio, em Taicang, na China. "Tem de ser tudo bem gerido, porque são duas provas de 50 quilómetros no espaço de três meses. Acho que é possível fazer duas provas de qualidade. No dia 15 de janeiro vou participar no Campeonato Nacional de Marcha de 35 km, em Porto de Mós, e tentar impor o ritmo dos 50 km, para ver se em maio posso arriscar mais, de forma a aproximar-me das quatro horas", revelou Inês Henriques, que também já pensa nos próximos Jogos Olímpicos, a realizar em 2020 em Tóquio, no Japão.

"O meu advogado vai começar a trabalhar na integração da prova feminina de 50 quilómetros nos Jogos. Faz todo o sentido que seja incluída, porque senão vai haver desigualdade de género, e esse é um tema sensível. Aí, com 40 anos, faremos um balanço e veremos se é para continuar ou terminar a carreira", considerou a marchadora, que já tem três presenças olímpicas no currículo, todas na prova de 20 km de marcha. Foi assim em Atenas 2004 (25.ª, com 1:33.53), Londres 2012 (15.ª, com 1:29.54) e Rio de Janeiro 2016 (12.ª, com 1:31.28). D.P.

Ler 227 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

cpr certification online
cpr certification onlinecpr certification online

Login